Uma centena de vestidos de noiva antigos vão desfilar este sábado no Terreiro da Erva

O Terreiro da Erva, em Coimbra, acolhe amanhã a iniciativa “Mostra-me o teu Vestido de Noiva”.

Uma proposta da Associação de Comerciantes e Empresários de Coimbra (AICEC) que contou, desde o primeiro momento, com o apoio logístico da União das Freguesias de Coimbra (UFC).

Esta iniciativa tem um triplo objetivo. Em primeiro lugar, e como frisou a presidente da AICEC, “fazer regressar as pessoas à Baixa da cidade de Coimbra e, principalmente, a outras zonas que não o canal Visconde da Luz e Ferreira

Borges”. Depois, o cariz  solidário, pois “quem cá vier é convidado a trazer produtos não perecíveis e material escolar que será, depois, entregue ao Centro Cultural 25 de Abril”. Por  último, e de acordo com Zita Alexandre, promover uma feira ligada ao setor dos casamentos e que, desta forma, podem promover os seus produtos depois de almoço e durante o evento noturmo.

Neste caso, está previsto o desfile de mais de uma centena de “noivas”. As figurantes irão usar os vestidos que as suas familiares – mãe, sogra, nora – envergaram no dia do seu casamento.

“Em palco iremos ter muitos vestidos usados naquele dia de enorme felicidade e que nunca mais saíram das caixas onde foram colocados”, afirmou, na conferência de Imprensa, o presidente da UFC, João Francisco Campos.

No encontro com a comunicação social, esteve presente uma das senhoras que irá desfilar uma réplica do vestido que usou há 53 anos atrás. Celeste Correia referiu que a adesão ao desfile foi imediata, aproveitando desta forma para usar, de novo, a réplica do vestido que mandou fazer em 2015 para outro evento.

Antes dos vestidos de noivas antigos, o desfile que arranca às 21H00 conta com uma passagem de modelos juvenis e a atuação do Coimbra Gospel Choir e de um par de dançarinos que irá mostrar como se dança a “valsa” no dia do casamento.

Texto: As Beiras

Sem comentários

Comments are closed.