União das Freguesias de Coimbra

Sé Nova

A Sé Nova é um bairro português da cidade e do concelho de Coimbra e é uma paróquia da Diocese de Coimbra, com 1,6 km² de área e 6 741 habitantes (2011). Densidade: 4 213,1 hab/km².

Foi uma freguesia extinta em 2013, no âmbito de uma reforma administrativa nacional, tendo sido agregada às freguesias de Santa Cruz, Almedina e São Bartolomeu, para formar uma nova freguesia denominada União das Freguesias de Coimbra (Sé Nova, Santa Cruz, Almedina e São Bartolomeu).

UM POUCO DA SUA HISTÓRIA:

Riquíssima no campo do património cultural edificado, justifica alguns destaques: a Sé Nova, actualmente sede episcopal, integrando-se no conjunto de edifícios também formado pelo antigo Colégio das Onze Mil Virgens e pelo Museu de História Natural, junto ao qual se encontra o Laboratório Químico. As igrejas de S. João de Almedina e de S. Salvador, sendo este último um dos mais antigos monumentos religiosos da cidade, datando a sua primitiva edificação da segunda metade do século XII. Para além destes, merecem igual destaque: o Penedo da Saudade, Jardim de Santa Cruz, vulgo da Sereia (feito pelos frades, séc. XVIII), Jardim dos Patos (Sá da Bandeira) e o Jardim do antigo Liceu D. João III, hoje Escola Secundária de José Falcão.

União das Freguesias de Coimbra

Santa Cruz

Em 22 de junho de 2013, a Universidade de Coimbra, a Alta e a Sofia foram integradas na lista de Património Mundial da UNESCO. Esta classificação diz respeito ao edificado, mas engloba também uma dimensão imaterial justificada pelo papel da Universidade de Coimbra como construtora e difusora, durante séculos, da língua e cultura portuguesas.

Sentimo-nos orgulhosos. Portugal tem outros locais notáveis classificados como Património da Humanidade, mas Coimbra, cidade fantástica e encantada, bem o merecia.

no image
no image
União das Freguesias de Coimbra

Almedina

Almedina era uma freguesia portuguesa do concelho de Coimbra, com 1,09 km² de área e 1 557 habitantes (2001). Densidade: 1 428,4 hab/km². Antigamente era chamada de Sé Velha.

A antiga freguesia de Almedina situa-se em pleno coração da zona histórica da Cidade de Coimbra. Entre a Baixa e a Alta (zona do Pólo I da Universidade de Coimbra). As ruas são estreitas e feitas em pedra do rio.

É nesta Freguesia que se situa a Sé Velha, local onde se costuma realizar a Monumental Serenata da Queima das Fitas.

UM POUCO DA HISTÓRIA DE ALMEDINA:

É uma das antigas freguesias que compõem a União de Freguesias de Coimbra, ocupando a sua velha Alta e parte da sua zona histórica. 

A actual zona de Almedina (antiga Sé Velha) teve a sua origem no “Plano de Redução, Supressão, Arredondamento e Erecção de Paróquias na Cidade de Coimbra e Seus Subúrbios” promovido pelo prelado diocesano, de acordo com o governador civil. O documento tratava de dar cumprimento à portaria régia de 20 de Janeiro de 1854, convertida em decreto régio publicado no “Diário do Governo” n.º 278, de 25 de Novembro de 1854. No seu artigo 3.º, eram assim definidos os limites da freguesia da Sé Velha: “Começa no Largo da Sé Velha e continua pelas ruas de Covas, de S. João, de S. Pedro, Arco da Traição, Estrada de S. Bento, pelo Arco de S. Sebastião, Estrada do Jardim, Bairro de S. José, Ladeira de S. José, Arregaça, seguindo pela estrada até à Azinhaga e porto que está defronte da Lapa dos Esteios, margem do rio, Portagem, Rua da Calçada, Arco de Almedina, Rua de Quebra-Costas, Largo da Sé Velha, tudo à direita. — Fica com 452 fogos”. 

Passa a ter a designação de Almedina por decreto de 7 de Junho de 1913, publicado no “Diário do Governo” de 11 de Junho do mesmo ano, ocupando praticamente a área das antigas freguesias de S. Pedro e S. Cristóvão, suprimidas por decreto régio de 1854. Ficou ainda com a zona limitada pelo Arco de Almedina, Quebra-Costas, Rua dos Coutinhos e Arco do Colégio Novo, que faziam parte da freguesia de S. Bartolomeu.

União das Freguesias de Coimbra

São Bartolomeu

São Bartolomeu é um bairro português do concelho de Coimbra e paróquia da Diocese de Coimbra, com 0,17 km² de área e 627 habitantes (2011). Densidade: 3 688,2 hab/km². É o menor bairro da cidade de Coimbra.

Enquadra-se no concelho e distrito de Coimbra, numa zona predominantemente urbana, possuindo um território bastante reduzido de unicamente 0,2Km2 e com uma população residente que ronda os 627 habitantes, segundo o censos de 2011.

no image
no image

Foi uma freguesia extinta em 2013, no âmbito de uma reforma administrativa nacional, tendo sido agregada às freguesias de Sé Nova, Santa Cruz e Almedina, para formar uma nova freguesia denominada União das Freguesias de Coimbra (Sé Nova, Santa Cruz, Almedina e São Bartolomeu).

S. Bartolomeu, abrange sobretudo a designada Baixa da urbe coimbrã confina a norte com a freguesia de Santa Cruz, a este com a da Sé Nova, a sudeste com de Almedina e a sul e a oeste com de Santa Clara. É no emaranhado de ruas, ruelas, becos e travessas da Baixinha, onde predomina a função comercial, que se desenvolve a maior parte da freguesia de S. Bartolomeu, conferindo-lhe um aspeto muito peculiar. Destaca-se neste espaço a praça Velha ou do Comércio, anteriormente denominada por praça de S. Bartolomeu, que se desenvolve entre a igreja românica de S. Tiago que remonta ao século XII e o templo religioso barroco de S. Bartolomeu atribuível ao século XVIII.

Em S. Bartolomeu constam as seguintes artérias: adro de Baixo, adro de Cima, arco de Almedina, avenida Emídio Navarro, avenida Fernão de Magalhães, azinhaga Pitourra, beco Adelino Veiga, beco da Boa União, beco das Canivetas, beco de Santa Maria, beco do Forno, beco do Romal, beco dos Esteireiros, beco dos Prazeres, escadas de São Bartolomeu, escadas de São Tiago, largo da Fornalhinha, largo da Freiria, largo da Maracha, largo da Portagem, largo da Sota, largo das Ameias, largo do Paço do Conde, largo do Poço, largo do Romal, ponte de Santa Clara, praça do Comércio, rua Adelino Veiga, rua António Granjo, rua Corpo de Deus, rua da Fornalhinha, rua da Gala, rua da Louça, rua da Sota, rua das Azeiteiras, rua das Padeiras, rua das Rãs, rua de Sargento-Mor, rua do Almoxarife, rua do Colégio Novo, rua do Corvo, rua do Poço, rua dos Esteireiros, rua dos Gatos, rua Eduardo Coelho, rua Ferreira Borges, rua Paço do Conde, rua Simão de Évora, rua Velha, rua Visconde da Luz, terreiro do Mendonça, travessa Adelino Veiga, travessa da Rua Velha, travessa da Sota, travessa das Canivetas, travessa do Paço do Conde e travessa dos Gatos.

[custom_font font_family=”Raleway” font_size=”26″ line_height=”37″ font_style=”normal” text_align=”center” font_weight=”600″ text_decoration=”none” text_shadow=”no” letter_spacing=”0″ color=”#ffffff”]Contacto (+351) 918 698 058[/custom_font]